O bailarino tem que ser magro

Ainda na linha da reflexão “o bailarino tem que ser magro?” conversei com a bailarina Amanda Lana.


Bailarina Amanda Lana

Amanda foi uma das minhas primeiras alunas de preparação física para bailarinos quando comecei a trabalhar e estudar essa área em parceria com a Compasso Academia de Dança.

Ela sempre foi muito talentosa e teve uma boa formação na Compasso, formação esta que incluía a preparação física comigo. Aos 15 anos ganhou uma vaga para estudar na Academie Princesse Grace em Mônaco.

Dificuldades por causa do tipo físico

“Eu passei sim dificuldades por causa do meu físico, e até hoje tenho que tomar muito cuidado. Como eu sou relativamente baixa, o meu peso deve ser bem controlado e estável. Passei por uma época que estava bem acima do peso, e realmente não estava melhorando na questão da técnica da dança.

Por sorte tive pessoas me alertando e me ajudando a passar por isso. É sim desconfortável e abalável. Até hoje eu estou sempre lutando contra minhas vontades e tentando manter um corpo saudável. Tem horas que eu estou tão preocupada com a minha aparência que parte do meu trabalho não serve de nada porque não tenho a concentração no que realmente importa. Agora eu lido bem melhor com essa situação e aos poucos estou conhecendo melhor meu corpo.

Na minha turma eu era a única com esse problema. Eu tentava não ligar e não dar muita importância para o que os outros falavam. Tive de emagrecer 4 kg para ter certeza que seria aprovada para o ano seguinte.”

Quando Amanda me enviou esse comentário eu logo pensei: “o que será que é estar acima do peso para Amanda? Qual o padrão ou referência ela está usando para chegar nessa conclusão?” Ainda mais por conhecê-la e saber que o que ela chama de “acima do peso” é de longe algo que poderia influenciar na sua melhora técnica.


Bailarina Amanda Lana

Trabalho dos Bastidores durante as férias

Quando Amanda voltou de férias para o Brasil ameaçada de perder sua vaga por causa desses tais 4 quilos, ela me procurou e fez um intensivo no Bastidores. Trabalhamos junto com o acompanhamento que ela estava fazendo com nutricionista buscando diminuir sua massa gorda e aumentar sua massa magra. Por mais que as suas circunferências diminuíssem e ela aparentasse mais magra, o peso na balança não diminuia e Amanda sofria com a pressão dos 4 quilos.

Amanda Lana treinando no Bastidores durante suas férias no Brasil

Então eu disse a ela (e me lembro como se fosse ontem): “Amandinha, vamos fazer o seguinte. Vamos diminuir o seu percentual de gordura, e aumentar sua massa magra, com isso você vai ficar aparentemente mais magra, mesmo que o seu peso não diminua. Quando você voltar para a sua escola eu duvido que o seu diretor vai querer te pesar, porque ele vai VER que você está mais magra. E se ele o fizer, você levará um relatório meu mostrando as suas composições corporais e que você perdeu até mais do que quatro quilos de gordura, mas que como seus músculos pesam mais que gordura, isso não é visível na balança.”

Não sei se Amanda foi pesada ou não na escola. Só sei que não precisei fazer relatório e esse ano ela se forma. Além do mais, já está contratada pela Royal Swedish Ballet!

Amanda é o exemplo de talento e trabalho em equipe.


Amanda Lana

Por Bárbara Pessali-Marques

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 Bastidores.com direito autoral - Design by Center Point Web Design

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account